Varitus Brasil

Nota Fiscal Eletrônica de Remessa e Retorno – como e quando utilizar?

Assuntos Gerais, Nfe Nota Fiscal Eletrônica

Nota Fiscal Eletrônica de Remessa e Retorno – As Notas Fiscais Eletrônicas de Remessa e Retorno são documentos semelhantes, porém tem algumas particularidades.

Em comum, ambas devem ser emitidas com o CFOP (Código Fiscal de Operações e Prestações). E no que elas se diferenciam?
Leia este artigo e saiba as diferenças, as aplicações e os detalhes sobre a emissão de Nota Fiscal Eletrônica de Remessa e Retorno.
Para documentar formalmente as operações efetuadas pela sua empresa, você precisa, necessariamente, emitir uma NF-e (Nota Fiscal Eletrônica).
Esse procedimento é necessário também em casos específicos, mesmo que essas transações não signifiquem, ainda, a conclusão de um negócio.
É aí que entram as Notas Fiscais de Remessa e Retorno!
As Notas Fiscais de Remessa e Retorno definem o código fiscal de entradas e saídas entre municípios e Estados, registrando as operações de circulação de mercadorias. Continue a ler este artigo e entenda como fazer isso de forma correta e segura.
CFOP é a sigla de Código Fiscal de Operações e Prestações das entradas e saídas de mercadorias intermunicipais e interestaduais. Trata-se de um código numérico que identifica a natureza de circulação da mercadoria ou a prestação de serviço de transportes.
Operações que necessitam de Nota Fiscal Eletrônica de Remessa e Retorno com CFOP
Operações onde se utiliza a Nota Fiscal Eletrônica de Remessa:
-Fornecimento de Amostras grátis;
-Concessão de Brindes;
-Realização de Doações;
-Envio de itens para Conserto;
-Envio de itens em Consignação;
-Envio de itens para Demonstração;
-Envio de itens/materiais para Depósito externo;
-Circulação de materiais para Industrialização (caso de transformação da matéria-prima em uma unidade diferente da empresa);
-Circulação de produtos visando o armazenamento em locais terceirizados;
Operações onde se utiliza a Nota Fiscal Eletrônica de Retorno:
Devolução de mercadorias, por diversos motivos
Cuidados na emissão de Notas Fiscais Eletrônicas de Remessa e Retorno
Para a correta emissão das Notas Fiscais Eletrônicas de Remessa e Retorno com CFOP é preciso atenção redobrada ao código numérico que será expresso no documento. E também aos prazos máximos de isenção de tributos e para o retorno desses itens.
O CFOP registrado na NF-e garante a correta identificação da natureza da circulação dos itens, em níveis intermunicipal e interestadual, assegurando que a empresa não sofra autuações e penalizações por parte do Fisco.
A orientação de um contador é sempre recomendada. Para saber mais sobre o CFOP na Nota Fiscal Eletrônica de Remessa e Retorno, clique aqui.
Aprenda a facilitar e tornar mais preciso o controle de Notas Fiscais de Remessa e Retorno!
O Controle de Remessa e Retorno é utilizado principalmente quando a Nota Fiscal de Remessa documenta processos de industrialização, ou seja, quando há entrada de matérias-primas que serão processadas e retornarão ao cliente como produtos industrializados.
Para evitar que o cliente digite a Nota Fiscal de Retorno novamente, sua empresa precisa de um sistema emissor de NF-e que agilize o trabalho e assegure a precisão da informação.
Comece já a emitir e gerenciar com facilidade, rapidez e precisão suas Notas Fiscais Eletrônicas de Remessa e Retorno, conforme as necessidades de cada operação com o NotaFaz.
O NotaFaz emissor de documentos fiscais da VARITUS Brasil, oferece uma solução completa para emissão dos principais documentos eletrônicos, e já é utilizado por mais de oito mil empresas do Brasil.
Além da emissão de Nota Fiscal de Remessa e Retorno, confira mais facilidades do NotaFaz:

  • Armazenamento em Nuvem 

Consulta, armazenamento e centralização de seus documentos fiscais

  • Tributação automática

Cálculo e adequação, em segundos, de todos os tributos vigentes em todas as unidades da federação

  • Recuperador XML

Recuperação, arquivo e armazenamento em nuvem, com apenas um clique

  • Manifestações MD-e

Acesso a todas as Notas Fiscais emitidas contra o seu CNPJ, podendo manifestar eventos como: confirmação da operação ou desconhecimento da operação

  • Consulta Sintegra e Simples Nacional

Consultas automáticas antes da emissão de documentos

  • Auditoria SPED Fiscal

Identificação de inconsistências, falta de dados e erros antes do pagamento

  • Indexação GED

Captura, indexação automática e armazenamento em nuvem

  • Integração fácil

O NotaFaz pode ser utilizado com sistemas ERP, de gestão ou controle de vendas, com integração via API, FTP ou BD.
A gestão fiscal da sua empresa pode ficar mais ágil, econômica e segura com o NotaFaz!
Clique aqui e fale com um dos nossos especialistas.
24 de novembro de 2021
VARITUS Brasil
 


Comentários

Nos conte o que achou deste artigo.

Blog

Acompanhe as principais publicações do nosso blog

Proteção dos dados da empresa

Proteção dos dados da empresa

À medida que continuamos a fortalecer nossa postura de segurança […]

Ler mais

Instabilidade no sistema SEFAZ

Instabilidade no sistema SEFAZ

Comunicado  Prezado amigo e parceiro,  Espero que esta mensagem o […]

Ler mais

Automatizando processos para usar os times em tarefas estratégicas: o papel do RPA

Automatizando processos para usar os times em tarefas estratégicas: o papel do RPA

A eficiência operacional e na gestão é crucial para o […]

Ler mais