Varitus Brasil

Palavra do Presidente: Momento de proteção e preservação

Assuntos Gerais

Como eu disse na minha mensagem anterior, um mês atrás, estamos todos percebendo o momento ímpar das nossas vidas e empresas. Comércios fechados, fábricas querendo trabalhar, mas sem demanda, movimento econômico em queda e outros cenários preocupantes.
Todos sabemos que estamos em uma batalha contra um vírus e a favor da subsistência dos empregos e empresas. Nossas vidas dependem de vencermos ambas em as frentes, que não são ou estão separadas. Não tenho dúvidas de que teremos uma recessão nos próximos trimestres. Recessão é quando o PIB (Produto Interno Bruto) cai por dois trimestres consecutivos.
Já uma depressão, é quando a recessão se arrasta por vários trimestres, bem como a atividade industrial desacelera, o rendimento real da população cai, entre outros aspectos mais amplos. Que, espero, não aconteça.
Agora, o que fazer: investir?  Se esconder? Ser arrojado? Ser conservador, ou ainda esperar mais um pouco para decidir?
Acredito que, como empresários, devemos estudar nosso cenário particular. Cada empresa é única e também passa por momentos distintos ao longo dos seus anos de atuação.
A primeira coisa que sugiro aos empresários, é que pensem em como se manter vivos durante e após este período, sendo que lá fora temos a maior crise já vivida pelo mundo desde 1929, quando aconteceu o ‘crash’ da Bolsa de Nova York. Fato e impactos que eu e a maioria de nós só conhecemos pela História.
Uma coisa é certa: não adianta culpar o governo, o vírus, os concorrentes ou qualquer coisa que seja. Temos que estar calmos e fazer um planejamento específico para nossa organização, levando em conta suas características e sua situação neste momento dos acontecimentos.
Quando digo que o momento é de proteção e preservação, não penso que é hora de se esconder e simplesmente esperar tudo passar. Penso, sim em uma postura ativa, no sentido de elaborarmos estratégias, formas de sairmos desse momento mais fortes, seguros e preparados. Isso, usando os recursos que temos atualmente.
Aqui na VARITUS BRASIL, por exemplo, somos uma empresa de serviços. Em toda empresa de serviço qualificado e tecnológico, o maior valor, os maiores ativos, estão nas pessoas, nos processos e na tecnologia empregada.
Portanto, nossa estratégia tem que contemplar a preservação e a proteção desse patrimônio. É com ele que vamos nos manter vivos e aptos a continuar no jogo!
Concluo reforçando que cada empresa é única, num momento nunca antes vivenciado, e refletir com cuidado sobre onde está nosso verdadeiro valor é o que nos dirá claramente o que devemos fazer – investir ou segurar investimentos. Ou mesmo, desinvestir.
Proteger e preservar nossos negócios não significa, ainda mais agora, se esconder ou ser negligente.
*Adão Lopes – CEO e fundador da VARITUS BRASIL


Publicado em: 27/05/2020

Tags:

Comentários

Nos conte o que achou deste artigo.

Blog

Acompanhe as principais publicações do nosso blog

Proteção dos dados da empresa

Proteção dos dados da empresa

À medida que continuamos a fortalecer nossa postura de segurança […]

Ler mais

Instabilidade no sistema SEFAZ

Instabilidade no sistema SEFAZ

Comunicado  Prezado amigo e parceiro,  Espero que esta mensagem o […]

Ler mais

Automatizando processos para usar os times em tarefas estratégicas: o papel do RPA

Automatizando processos para usar os times em tarefas estratégicas: o papel do RPA

A eficiência operacional e na gestão é crucial para o […]

Ler mais